Duas denúncias do Linha Verde, programa do Disque Denúncia do Rio específico para denunciar crimes ambientais em todo o Estado, levaram policiais do Comando de Polícia Ambiental (CPAm) a resgatarem, nesta terça-feira (9) 16 pássaros silvestres de cativeiro nos municípios de Petrópolis, na Região Serrana e Resende, no Sul Fluminense.

Uma dessas denúncias chegou ao Linha Verde através do APP “Disque Denúncia RJ” disponível para celulares e foi encaminhada à Unidade de Policiamento Ambiental Móvel, onde, de acordo com os agentes da 2ª UPAm, o relato informava que em uma residência no bairro Itapuca, em Resende, seria possível encontrar algumas aves da fauna silvestre em cativeiro. Quando chegaram à Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 126, foram recebidos por um homem que se identificou como criador de pássaros, onde no local havia diversos animais devidamente anilhados e com registros pertinentes junto ao IBAMA, porém três trinca ferros e um melro não possuíam nenhuma autorização. Dessa forma, ele foi encaminhado pelos policiais à 89ª DP, onde a ocorrência foi registrada.

Com a ajuda de outra denúncia do Linha Verde, policiais da Unidade de Policiamento Ambiental Três Picos conseguiram resgatar mais 12 pássaros silvestres, desta vez em Petrópolis, no bairro Mosela. Quando em fiscalização a fim de checar a veracidade das informações, localizaram em uma residência na Rua das Pedras Brancas, dois coleiros e quatro pixoxós, todos sem anilhas e pendurados em gaiolas na varanda do imóvel. Já na servidão Antônio Burguer, segundo com policiais da 5ª UPAm, foram encontrados mais seis pássaros em cativeiro (três pixoxós, um tico tico, um trinca ferro e um coleiros), todos sem documentação pertinente ou anilhas de identificação. O caso foi encaminhado à delegacia da Polícia Federal onde os responsáveis responderão com base no artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais e os pássaros foram levados à Área de Proteção Ambiental de Guapimirim.

Vale reforçar que a população do Estado do RJ pode continuar denunciando qualquer crime conta o meio ambiente através dos telefones 2253-1177 (capital), 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), ou através do APP “Disque Denúncia RJ”, onde é possível anexar fotos e vídeos, com a garantia do anonimato.

Fonte: Disque Denúncia RJ - DDRio