As doações de agasalhos realizada pela Procon Petrópolis vai beneficiar a 105 crianças e adolescentes atendidas pela Pestalozzi. A entrega de 150 itens foi realizada pela equipe do Procon nesta terça-feira (31.07). São cobertores e casacos doados pela população ao órgão de defesa do consumidor que faz o repasse do material dentro da campanha Aqueça um Coração. Desde o começo da iniciativa, na primeira semana de junho, 300 itens já foram recolhidos e doados.

A escolha da Pestalozzi se deve à sua efetiva atuação no município. Atuando há mais de 50 anos no país e há 32 em Petrópolis, a instituição trabalha na escolaridade e assistência à saúde de pessoas entre zero e 49 anos de idade com deficiência física e cognitiva, ministrando o ensino curricular comum até o 5º ano e adaptando às necessidades de cada um dos assistidos.

Norma Ferraz, diretora pedagógica da Pestalozzi desde que a instituição foi fundada na cidade, explica que muitos dos alunos provêm de famílias humildes e que a doação será importante para dar mais conforto às famílias assistidas. “É uma campanha muito positiva porque vai ajudar muito aqueles que mais precisam”, destaca Norma.

O coordenador do Procon, Bernardo Sabrá, explica que as doações só são possíveis graças ao apoio da população, que adere às causas propostas pelo Procon e fazem a entrega dos materiais. Foi assim na campanha Aqueça um Coração do ano passado e na campanha de Natal, por exemplo.

“Sem a população isso não seria possível. É um trabalho que desenvolvemos com muito carinho e temos que agradecer a cada pessoa que vai fazer sua reclamação no Procon, ficam sabendo da campanha e fazem a doação”, destaca Sabrá.

A primeira doação realizada este ano foi para APAE, instituição que trabalha com 135 pessoas com deficiências múltiplas e idades entre 7 meses e 57 anos de vida. A instituição também recebeu 150 itens entre cobertores e agasalhos.

Na primeira ação do Aqueça um Coração, foram arrecadados 458 itens entre cobertores, mantas, edredons e até agasalhos novos e em bom estado de conservação. Todo o material foi entregue semanalmente, contemplando o Núcleo de Integração Social (NIS), Grupo Amigos dos Autistas de Petrópolis (Gaape), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e a ONG Matheus 25:35.