A segunda fase da 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP 2018 – ocorre no próximo sábado (15.09) em todo o Brasil. Em Petrópolis, 1.204 estudantes petropolitanos participarão do exame em quatro unidades de ensino. No Liceu São José de Itaipava, 219 alunos participarão da prova, na E M Johann Noel (Bingen) serão 132 estudantes, já no Liceu M Prefeito Cordolino Ambrosio (Centro) 693 estão inscritos e os 160 alunos restantes farão a prova na E.M. Vereador José Fernandes da Silva (Alto da Serra).

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – IMPA, com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática – SBM, e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC. Em todo o Brasil, participarão da 2ª fase 952.782 alunos de 50.183 escolas.

“A OBMEP estimula e promove o estudo da matemática. Todos os anos temos destaques petropolitanos na premiação o que é um orgulho para a rede municipal. A prova identifica grandes talentos e incentiva também os professores a criar atividades diferenciadas para os alunos”, explica a secretária de Educação, Samea Ázara.

Participam da OBMEP alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até último ano do Ensino Médio. As provas do Nível 1 são direcionadas aos alunos matriculados no 6º ou 7º ano do Ensino Fundamental. Já a avaliação do nível 2 é aplicada aos alunos do 8º ou 9º ano e a prova nível 3 é para os estudantes do ensino médio.

Os estudantes classificados podem imprimir os cartões de confirmação e verificar os locais de prova no site www.obmep.org.br. A organização recomenda que os alunos cheguem aos centros de aplicação com pelo menos 30 minutos de antecedência, portando documento original de identificação (carteira de identidade, certidão de nascimento ou carteira escolar), o cartão informativo da OBMEP, lápis e borracha.

Petrópolis é destaque na OBMEP

Em 2017, mais de 18 milhões de alunos de participaram da olimpíada. Petrópolis garantiu cinco medalhas: uma de ouro, uma de prata e três de bronze. Ganhador da medalha de ouro, o aluno da Escola Municipalizada Hercilia Moretti, Álan da Silva Câmara, conquistou, ainda, a primeira colocação no Estado do Rio de Janeiro na OBMEP 2017. A premiação ocorreu em agosto.

Resultado da 2ª fase será divulgado em novembro

Nesse ano, a OBMEP premiará alunos, professores, escolas e secretarias municipais de educação pelos melhores desempenhos. A divulgação dos premiados deve ocorrer no dia 21 de novembro. A premiação vai se basear exclusivamente no resultado das provas da 2ª Fase. Serão concedidas aos alunos 500 medalhas de ouro, 1.500 medalhas de prata, 4.500 medalhas de bronze, e até 46.200 certificados de Menção Honrosa.

Aos 6.500 alunos de Escolas Públicas premiados na OBMEP 2018 com medalhas de ouro, prata ou bronze e matriculados em Escolas Públicas em 2019, será oferecida a oportunidade de participar do Programa de Iniciação Científica Júnior (PIC Jr -OBMEP). A participação no PIC inclui o recebimento de uma bolsa de Iniciação Científica Jr do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A estrutura e o planejamento do programa serão definidos e divulgados no início de 2019.