VW Clube do RJ veio a Petrópolis interagir com a Bauernfest e com a colonização alemã

Cerca de 30 representantes de um dos mais antigos clubes do estado promoveu passeio na cidade no último domingo.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Cerca de 30 representantes do VW Clube do RJ estiveram em Petrópolis no último domingo (27), numa carreata comemorativa pelo Dia Nacional do Fusca – comemorado no dia 22 de junho – e também como forma de interagir com a cidade por conta da realização da 32ª edição da Bauernfest, festa do colono alemão. Nunca é demais lembra que a alemã Volkswagen é a maior fabricante de veículos do mundo, e teve no Fusca o seu primeiro modelo, na década de 1930. A carreata foi acompanhada por representantes da Secretaria de Turismo de Petrópolis e teve o apoio operacional da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans).

O VW Clube do RJ é um clube de carros colecionáveis da VW, tendo sido fundado em 1999, sendo, portanto, um dos mais antigos do estado. Atualmente são 56 sócios que seguem rigorosamente o estatuto do clube, com relação às regras de manutenção de seus veículos, de acordo com a categoria de originalidade de carros placa pretas.

“Em virtude da pandemia, nossos encontros mensais presenciais estão suspensos. Por isso optamos por fazer uma carreata para comemorar o Dia Nacional do Fusca (22/6), e escolhemos Petrópolis para interargir com a cidade e com a Bauernfest”, disse o presidente do clube, Leonardo Tannure, que herdou a paixão pelo veículo e o seu primeiro modelo, um Fusca 1970, do seu pai. Ele explicou também que “sendo a VW uma das maiores marcas alemãs, achamos interessante a cidade também estar nesta data recepcionando uma das maiores festas de cultura alemã brasileira e pensamos em como integrar uma divulgação conjunta dos eventos”.

A carreata teve o objetivo apenas comemorativo e de integração, e contou com a participação de alguns integrantes do Serra Bugs e do Clube do Opala de Petrópolis, clubes petropolitanos de aficcionados por carros antigos. O grupo manteve obediência a todas as regras de segurança de trânsito e prevenção da saúde durante todo o passeio.

No percurso, eles passaram por alguns atrativos turísticos da cidade, como o Museu Imperial, a Catedral de São Pedro de Alcântara, a Cervejaria Bohemia, o Museu de Cera, o Museu Casa de Santos Dumont e o Palácio Quitandinha. Além disso, pararam em uma clínica de olhos da cidade e em frente ao Palácio Amarelo, na Praça Visconde de Mauá, para uma sessão de fotos.

Para Lucas Ramos, diretor social do VW Clube RJ, é muito importante destacar essa relação entre a marca e a cultura alemã ” A Volkswagen é uma marca muito popular, termo que em alemão significa carro do povo. O Fusca é o maior exemplo dessa popularidade, sendo um veículo tão querido e tão carismático que, por onde passa, desperta sempre a atenção do público de todas as idades”, disse.

Marcos Canedo, diretor de marketing do clube, agradeceu a acolhida com que todos os membros foram recebidos na cidade. “Petrópolis é um cidade fantástica. Queremos estar muitas outras vezes por aqui. Petrópolis tem tudo a ver com a Volkswagen e com o Fusca de maneira especial”, completou

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.