Visitação virtual à Galeria Michael Lennertz é prorrogada até segunda

Mostra de artes feita por meio de tecnologia de modelagem 3D foi organizada pelo coletivo AVANDA e já atraiu mais de 1000 visualizações.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A visitação virtual à Galeria Michael Lennertz foi prorrogada e pode ser vista até a próxima segunda-feira (26) através do link: https://solsticio.avanda.com.br/galeria/.

A exposição organizada pelo coletivo artístico AVANDA faz parte da programação da 22ª edição do Festival Solstício do Som, que ocorreu em junho, e homenageia o fotógrafo de Petrópolis que era entusiasta do evento e morreu em 2013 vítima de uma doença rara.

A mostra conta com 24 obras visuais, duas videoartes e seis obras literárias, contemplando o trabalho de 30 artistas. Além disso, tem reprodução dos poemas expostos em áudio.

Ao todo, a galeria virtual teve mais de mil visualizações desde sua abertura, que ocorreu no dia 18 de junho. De acordo com o Coletivo AVANDA, além de pessoas de Petrópolis, a mostra atraiu visitantes de outros estados como São Paulo e até de outros países, como França.

As obras foram selecionadas por uma curadoria que teve alguns princípios, como garantir a diversidade artística, variedade de faixa etária, localização, autenticidade, variedade de estilos e técnicas aplicadas, além da sinergia entre as obras.

Live com os artistas

Neste domingo (25) também vai ocorrer uma live com artistas que participam da mostra. A transmissão será às 18h pelas redes sociais do Coletivo AVANDA.

Também vão participar da live os organizadores da mostra: Gaya Lamin, Rafael Campinho e João Saidler.

“A ideia é que seja um papo bem descontraído para falar sobre a montagem da exposição, sobre a percepção dos artistas e o trabalho de cada um. Os artistas que quiserem participar só precisam solicitar na hora para entrar na live. Para conseguirmos atender o máximo possível a ideia é de que sejam bate-papos curtinhos”, explica Gaya.

Segundo o coletivo, a galeria foi construída com base no espaço Piccola Arena, reproduzindo as particularidades do local onde ocorreram as apresentações da 22ª edição do Solstício do Som.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.