Vale é condenada a pagar R$ 1 milhão a cada herdeiro de trabalhadores mortos na tragédia de Brumadinho

Ainda cabe recurso à decisão.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A mineradora Vale foi condenada pela mineradora Vale a pagar indenização de R$ 1 milhão por danos morais para herdeiros de trabalhadores mortos no rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ainda cabe recurso à decisão.

A tragédia de Brumadinho aconteceu no dia 25 de janeiro de 2019 e matou 270 pessoas. O deslizamento de lama na Mina do Córrego do Feijão atingiu casas e propriedades rurais, obrigando moradores a deixarem a região e destruiu a área administrativa da mineradora. O desastre atingiu o rio Paraopeba, um dos afluentes do São Francisco, que ainda sofre com o impacto ambiental.

A decisão, que saiu nesta quarta-feira (9), é da juíza titular da 5ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Betim, Vivianne Celia Ferreira Ramos Correa. Segundo a juíza, a indenização deverá ser recebida por espólios ou herdeiros de 131 vítimas.

A ação beneficia apenas as famílias de 131 trabalhadores, porque eles eram ligados diretamente à Vale, e a ação foi impretada pelo Sindicato.

A determinação é de primeira instância e a mineradora pode recorrer da decisão.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.