Foto: Governo do Estado de São Paulo

Vacina da gripe pode reduzir gravidade da Covid-19, diz estudo

Vale ressaltar que no início do mês de julho, o Ministério da Saúde ampliou a imunização contra a Gripe para toda a população com 6 meses de idade em diante.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Um estudo divulgado pela Universidade de Miami, indica que as pessoas que se vacinam contra a influenza podem ficar parcialmente protegidas contra casos graves do novo Coronavírus. O estudo foi realizado com 75 mil pacientes contaminados pela Covid-19.

Vale ressaltar que no início do mês de julho, o Ministério da Saúde ampliou a imunização contra a Gripe para toda a população com 6 meses de idade em diante.

Redução da gravidade

Os responsáveis pelo apontamento, realizaram uma comparação dos dados de 37.337 pessoas que receberam o imunizante da Gripe com outras 37.377 contaminadas pela Covid-19 que não tomaram a vacina contra a Gripe.

Os indivíduos que receberam a aplicação da vacina contra a H1N1, tiveram uma redução significativa de sintomas graves e sequelas da Covid-19, como Acidente Vascular Cerebral (AVC), trombose venosa profunda, infecções generalizadas, além de diminuir as possibilidades de internações em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI).

Ainda de acordo com a pesquisa, pacientes contaminados com a Covid-19 que não foram imunizados contra a Gripe apresentaram risco 58% maior de terem derrame e de até 45% maior de sofrer infecções graves. Estes pacientes também eram mais suscetíveis a serem hospitalizados em uma UTI.

Atenção

Apesar de reduzir casos graves da Covid-19, o imunizante contra a Gripe não reduziu o número de mortes pela doença.

“É muito importante enfatizar que recomendamos absolutamente a vacina contra covid-19 e de forma alguma sugerimos que a vacina contra a gripe seja um substituto”, afirmou Devinder Singh, autor do estudo e professor de cirurgia clínica da Universidade de Miami.

Outras pesquisas que foram realizadas ainda neste período de pandemia, apontaram a possível proteção que a vacinação contra a Gripe pode causar contra o vírus propagado pela Covid-19, Sars-CoV-2.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.