Foto: Reprodução

Riscos de confrontos pós-eleição nos EUA aumentam e deixam estados em alerta

Lojas e escritórios protegem suas fachadas para evitar danos durante as eleições diante do medo de confrontos entre grupos de Trump e Biden
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Por Guilherme Campbell

            Diante do medo de resultados incertos das eleições que ocorrem nesta terça-feira (3) nos EUA, lojistas e escritórios amanheceram com as fachadas de suas lojas protegidas devido ao medo de que o resultado da apuração dos votos cause confrontos entre os dois grupos de eleitores. No último domingo (1), membros do grupo antifascista e apoiadores do presidente Trump tiveram um pequeno confronto na Times Square, Nova York.

            As eleições americanas de 2020 apresentam participação recorde, uma vez que o voto nos EUA não é obrigatório, mas devido ao elevado número de votos por correio devido as precauções com o Covid-19, estimasse que o resultado das eleições demore um pouco mais do que durante as eleições de 2016, que teve seu resultado na madrugada do dia seguinte. Essa apuração prolongada pode aumentar as tensões entre os grupos discordantes conforme o resultado da apuração das urnas for sendo reveladas. Esse cenário afirma o fato de que os EUA estão passando por uma eleição fora dos padrões e talvez a disputa presidencial mais tensa das últimas décadas no país.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.