Rio promove semifinal do concurso de Rei Momo e Rainha do Carnaval 2019

 A Prefeitura do Rio promove nesta sexta-feira o primeiro grande evento do Carnaval 2019: a semifinal do concurso de Rei Momo e Rainha do Carnaval Carioca, a partir das 19h, na Cidade do Samba, na Zona Portuária. Em sua 51ª edição, a tradicional disputa atraiu esse ano 34 candidatos, sendo 16 homens e 18 mulheres. Eles subirão ao palco para buscar, respectivamente, seis e oito vagas para a etapa final da eleição da Corte Real que vai substituir a atual, com o Rei Momo Milton Junior, a Rainha Jéssica Maia e as Princesas Deiseane de Jesus e Cintia Camillo. Repetindo a medida inédita adotada em 2018, a Prefeitura manteve a inscrição para todos os brasileiros, desde que comprovem residência no município do Rio.

Em comum, os candidatos não podem ser servidor público de nenhuma esfera e precisam ter o Ensino Fundamental completo. Rainhas ou reis, eles serão avaliados por um júri de 11 pessoas, entre autoridades do samba, do mundo da moda e da beleza, que vão considerar os quesitos de sociabilidade, simpatia, facilidade de expressão, espírito carnavalesco e, claro, domínio da arte de sambar.

Os concorrentes a rei devem ter de 18 a 55 anos. Já para quem pensa em ser rainha ou princesa, a idade limite é de 40 anos, havendo ainda os requisitos de beleza do rosto, harmonia de linhas físicas e desembaraço.

Nas semifinais desta sexta-feira serão selecionados todos os candidatos para a final, em data a ser em breve divulgada. São seis para a disputa dos três primeiros lugares do concurso de Rei Momo, e oito para os de Rainha, 1ª Princesa e 2ª Princesa. O vencedor do título Rei Momo – I e Único – ganha coroa, faixa, cetro e R$ 30 mil. O vice-rei recebe também faixa e R$ 3.500, e o terceiro leva troféu de participação. A eleita como Rainha do Carnaval 2018 ganha coroa, faixa e R$ 30 mil. As 1ª e 2ª Princesas receberão tiara, faixa e R$ 22.500 cada. Os detalhes do concurso oficializado por lei municipal desde 1968 estão no Edital publicado no Diário Oficial do Rio de Janeiro.

Fonte: ODIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Leave a Comment