Relatório de licenciamento ambiental do autódromo será analisado pelo Inea

O relatório preliminar do licenciamento ambiental para a construção do Novo Autódromo do Rio será analisado pela Comissão Estadual de Controle Ambiental (Ceca) do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) na próxima terça-feira (18/02). A informação foi apresentada hoje (13/02) durante entre a Comissão de Representação da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e integrantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEAS), do Inea e do Movimento Pró Autódromo. O licenciamento ambiental é uma etapa fundamental para que as obras do novo autódromo, em Deodoro, na Zona Oeste do Rio, possam ter início ainda este ano.

O Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Altineu Côrtes, enfatizou a necessidade de agilizar o processo de licenciamento e ressaltou a importância do equipamento automobilístico para a cidade do Rio. “Estamos dentro do prazo e a expectativa para o andamento do licenciamento ambiental é a melhor possível. Provavelmente, conseguiremos realizar uma audiência pública na Ceca no prazo de 20 dias. Estamos fazendo um grande esforço, junto às nossas equipes técnicas, para destravar os licenciamentos ambientais do estado. São eles que possibilitam a geração de emprego e investimentos e é isso que nosso estado precisa”, afirmou Côrtes.

O representante do Movimento Pró Autódromo, José Campati, defendeu que o empreendimento é importante para a economia do Estado. “Para se ter uma ideia, a Fórmula 1, que acontece em São Paulo, é a maior arrecadação de Imposto Sobre Serviço (ISS). Queremos trazer isso para o nosso estado”, afirmou.

O deputado Carlo Caiado (DEM) falou sobre o compromisso do governo em acelerar o processo de licenciamento. “Ficamos muito felizes por mais esse passo que está sendo dado. A aprovação do licenciamento ambiental pelo Ceca deixa a construção do novo autódromo mais próxima de acontecer. Esse empreendimento irá viabilizar o desenvolvimento econômico, a geração de empregos e irá incrementar o calendário de eventos da cidade e do Estado do Rio de Janeiro”, enfatizou.

Fonte: Alerj

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também