Quatro pessoas são presas devido a insultos racistas dirigidos à jogadores negros da Inglaterra, após a Eurocopa

O caso contra Marcus Rashford, Jadon Sancho e Budayo Saka, aconteceu após o trio perder pênaltis na final.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

De acordo com a Unidade de Polícia de Futebol da Inglaterra (UKFPU), quatro pessoas foram presas em envolvimento com xingamento racistas contra Marcus Rashford, Jadon Sancho e Budayo Saka, feito nas redes sociais, após o trio perder seus respectivos pênaltis, na final da Eurocopa-2020, contra a Itália.

No UKFPU, existe uma equipe dedicada às investigações desse tipo de crime, que vem fazendo apurações sobre postagens com insultos racistas e discursos de ódio desde que o evento se encerrou. Um homem já havia sido preso na quarta-feira (14) pela polícia da região metropolitana de Manchester. Ele foi preso sob suspeita de um crime de Lei de Comunicações Maliciosas.

O primeiro-ministro da Inglaterra, Boris Johnson, afirmou que o governo vai ampliar o escopo das ordens de proibição de futebol para incluir abusos feitos pela Internet. Os pedidos de proibição podem impedir as pessoas de assistirem aos jogos por um período de três a 10 anos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.