Foto: Enzo Gabriel/GIRO Serra

Projeto que impede mudança de horários de ônibus em dias de pontos facultativos é sancionado pela Prefeitura

A decisão do poder público municipal mantém o funcionamento das linhas urbanas nos mesmos horários dos dias úteis.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O governo interino sancionou nesta quinta-feira (29) o projeto de lei, aprovado na Câmara Municipal de Vereadores, que veta a mudança de horários nas linhas de ônibus urbanas nos dias em que a prefeitura decretar ponto facultativo na cidade. A decisão vai ao encontro dos 13 votos favoráveis ao projeto, que é de autoria dos vereadores Júnior Coruja e Yuri Moura e que havia sido votado no dia 1 deste mês.

“Entendemos que a medida é importante para a população, que busca melhorias no sistema de transporte. Temos trabalhado muito neste sentido. Já conseguimos a redução da tarifa, a partir de 1 de agosto e o retorno de 100% da frota nas linhas troncais, nos horários de pico. Estamos brigando na justiça por outras melhorias, como o pagamento do ISS devido pelas empresas. Ainda temos muito a fazer, mas não vamos descansar”, garantiu o prefeito Hingo Hammes, que lembra ainda que a nova medida garante que, “mesmo nos pontos facultativos, as empresas manterão a operação, atendendo àqueles que, nestas datas, trabalham ou dependem do transporte para o lazer ou outras atividades”, pontuou.

Para os vereadores responsáveis pelo projeto, a medida vai garantir melhoria na prestação do serviço. “Acompanhamos a situação do transporte público junto aos usuários, além das fiscalizações constantes que fazemos. E a redução de horários, nos dias de ponto facultativo, operando em horário de sábado, era um problema enorme no atendimento à população. Causa falha no sistema e gera aglomeração. Isso sem falar nos cidadãos que não conseguem embarcar nos coletivos por causa da lotação, já que nesses dias o movimento é grande”, ressaltou Coruja, que preside a Comissão de Transporte Público e Mobilidade Urbana.

“É uma importante parceria entre o legislativo e o executivo, que está retomando o transporte público para o público. Fazendo com que a população possa ser melhor atendida e que, principalmente o sistema volte a funcionar, em respeito aos rodoviários e a todos os trabalhadores e trabalhadoras que precisam do transporte. A situação atual é um absurdo, pois os usuários aguardam duas ou até mesmo três horas para pegar uma condução”, disse o vereador Yuri Moura.

Para o diretor-presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes – CPTrans, Luciano Moreira, a mudança vai ajudar a garantir maior oferta de viagens especialmente nos horários de pico. “Os anseios da Câmara certamente são os anseios da população e a CPTrans, enquanto órgão regulador, deve cumprir, com o melhor das suas capacidades o que determina a lei”, destaca.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.