Foto: Enzo Gabriel/GIRO Serra

Projeto de lei proíbe que a CPTrans altere horários de ônibus em dias de ponto facultativo e solicita que as empresas operem com 100% da frota

O projeto prevê que a frota opere, obrigatoriamente, com horários de dia útil.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Câmara Municipal de Petrópolis aprovou, nesta quinta-feira (01), o projeto de lei de autoria do vereador Junior Coruja, em parceria com o vereador Yuri Moura, que proíbe que a Companhia de Trânsito e Transportes – CPTrans faça alterações no quadro de horários e nas viagens realizadas pelo transporte público municipal em dias de ponto facultativo. O projeto prevê que a frota opere, obrigatoriamente, com horários de dia útil.

Para Coruja, que preside a Comissão de Transporte Público e Mobilidade Urbana, a proposta irá beneficiar toda a cidade e garantirá a qualidade do serviço público. “Após diversas denúncias por parte dos usuários e inúmeras fiscalizações realizadas, constatei que, em dias de decreto facultativo, as frotas operavam reduzidas e com horário de sábado, o que causava falha no sistema de atendimento, além de gerar maior aglomeração e impedir o transporte de muitos cidadãos que não conseguem embarcar nos coletivos”, explica.

Já Yuri Moura afirma que o projeto é uma forma de demonstrar respeito ao trabalhador. “A situação atual é um absurdo, pois a população precisa trabalhar em dias facultativos e quando chega ao ponto de ônibus, se depara com horários diferenciados, fazendo com que aguardem duas ou até mesmo três horas para pegar uma condução. Ao se atrasarem para o trabalho, correm o risco de serem descontadas no salário, além do desgaste e estresse diante do ocorrido. Tenho orgulho em dizer que esta Câmara está firme na defesa do transporte público e dos rodoviários”, finaliza.

Os vereadores também aproveitaram para anunciar que, em breve, entrará em pauta outro projeto de lei em parceria entre eles, para impedir que a CPTrans e Setranspetro alterem os horários de ônibus, os itinerários e as linhas sem conversar com as comunidades, através das associações de moradores.

A matéria foi aprovada com 13 votos favoráveis e segue para apreciação do Poder Executivo.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.