Procon/Petrópolis-RJ autua agência do Itaú do Alto da Serra por tempo de espera em fila

Consumidores relataram espera superior a três horas para acessar a agência, que não organizou o atendimento

O órgão de defesa do consumidor autuou a unidade do bairro Alto da Serra do banco Itaú, nesta quinta-feira (09.07), por aglomerar consumidores, não organizar o atendimento e gerar filas e tempo de espera próximo às três horas. Através da apuração de denúncias, o Procon municipal identificou ainda que o banco tem deixado de cumprir as recomendações dadas pelo próprio Procon para se adequar aos protocolos de enfrentamento à pandemia sem negligenciar o direito dos consumidores. Esta é a segunda unidade da rede bancária autuada pelo Procon pelo desrespeito ao tempo de espera previsto em lei.

“Na segunda-feira (06.07), eu e meu marido chegamos às 11h no banco, para que ele pudesse receber a aposentadoria. Depois de esperar muito, só fomos atendidos por volta das 16h. Na fila, não foi respeitado afastamento e não tinha funcionário ajudando a organizar o atendimento, como houve em outros momentos da pandemia”, relatou uma consumidora, que procurou o Procon municipal para formalizar a denúncia.

Reclamações como esta voltaram a se tornar frequentes em relação à rede Itaú, que recentemente teve a unidade da Rua Paulo Barbosa, no Centro Histórico, autuada pelo mesmo motivo. “Além de toda a fiscalização que realizamos desde o início da pandemia nas 29 agências bancárias da cidade, que resultaram em quase 30 autuações – algumas delas inclusive contra o banco Itaú, pelo fechamento de agências e sobrecarga no atendimento, provocando aglomeração – nós distribuímos para todos os bancos uma carta de recomendação sobre a necessidade de qualificar a gestão para garantir não apenas a eficiência no enfrentamento ao novo Coronavírus, mas também a garantia dos direitos básicos dos consumidores. Esses direitos, respaldados pelo Código de Defesa do Consumidor – CDC e por leis como a estadual 4.223/03, que estabelece tempo máximo de 20 minutos de espera nas filas (30 em dias normais)”, ressalta a coordenadora do Procon/Petrópolis-RJ, Raquel Motta.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também