Projeto do Autódromo de Deodoro — Foto: Reprodução

Prefeitura do Rio desiste da construção o Autódromo de Deodoro

Em ofício enviado no último dia 29, o secretário Eduardo Cavaliere afirma que a Floresta do Camboatá, onde o autódromo seria construído, "é um patrimônio ambiental único da cidade".
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Prefeitura do Rio pediram ao Instituto Estadual do Ambiente (INEA) o arquivamento do processo de licença prévia da construção do Autódromo Internacional de Deodoro.

Em ofício enviado no último dia 29, o secretário Eduardo Cavaliere afirma que a Floresta do Camboatá, onde o autódromo seria construído, “é um patrimônio ambiental único da cidade”.

O documento afirma ainda que se trata de um santuário com fragmentos florestais com diversas espécies de fauna e flora, muitas delas ameaçadas de extinção.

Em uma rede social, Cavaliere afirmou que está “desistindo oficialmente da construção do Autódromo Internacional do Rio”.

Fonte: G1

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.