Polícia Civil prende casal suspeito de espancar e provocar morte de criança de 4 anos em Petrópolis

O exame pericial no corpo da menina apontou lesões e cicatrizes antigas e recentes
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Um casal foi preso em flagrante por policiais civis da 105ª DP (Petrópolis), nesta sexta-feira (16/07), suspeitos de espancar e provocar a morte de uma menina de 4 anos. A mulher é mãe da criança, e o homem, o padrasto.

Após ser agredida, a menina foi levada a um hospital de Petrópolis, na Região Serrana, mas morreu na noite desta quinta-feira (15/07). Os agentes desconfiaram da alegação de que a menina teria falecido de causas naturais e iniciaram as investigações e diligências. Os policiais ouviram vizinhos e parentes da criança, coletaram imagens de monitoramento e realizaram uma perícia na casa da vítima.

O laudo de necropsia apontou que a criança morreu vítima de traumatismo crânio encefálico, decorrente de ação contundente, e hemorragia. O exame pericial no corpo da menina apontou lesões e cicatrizes antigas e recentes, o que caracteriza a denominada síndrome de silverman ou síndrome da criança espancada.  

As provas coletadas pela 105ª DP durante a investigação constataram que a menina foi morta pelo padrasto e a mãe foi omissa diante tal situação. O casal responderá por tortura e homicídio qualificado, foi encaminhado ao sistema prisional e ficará à disposição da Justiça.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.