Petrópolis testa produto usado na China para combater o coronavírus

Petrópolis realizou um teste no fim da tarde desta terça-feira (24.03) com um produto que foi usado na China para combater o coronavírus. É um produto químico que “mata” o vírus presente em qualquer superfície em apenas 10 segundos. Ele foi usado na cidade de Wuhan, local onde apareceram os primeiros casos de Covid-19 no país asiático, como uma das armas para conter a propagação do vírus. O prefeito Bernardo Rossi acompanhou de perto o trabalho no entorno do Restaurante Popular e de pontos de ônibus e entrada de supermercados na Rua Paulo Barbosa.

Esse produto é quaternário de amônia de 5a geração, um desinfetante que esteriliza ambientes contaminados por bactérias, fungos ou vírus por pelo menos uma semana a até três meses. Ele quebra a “capa” que envolve o vírus e, assim, acaba deixando inativo em pouquíssimo tempo.

“Esse produto foi muito importante na China e nós estamos fazendo um teste com ele por aqui. É mais uma tentativa de deixar a cidade livre do coronavírus”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Nesta terça, foi aplicado 10 litros desse produto, suficiente para esterilizar um trecho de 600 metros. Em ambientes abertos, a população pode circular normalmente logo após a aplicação. A prefeitura vai avaliar a viabilidade de usar esse produto em maior escala na cidade.

A funcionária de uma padaria da Rua Paulo Barbosa, Patrícia Janeiro, ficou satisfeita de ver as medidas que estão sendo adotadas pela prefeitura para combater o coronavírus, como o teste realizado em frente ao estabelecimento onde trabalha.

“Estou achando muito legal todas as medidas que estão sendo feitas, o que a prefeito está fazendo é cuidar da cidade. Cada um tem que fazer a sua parte”, afirmou.

A secretária de Saúde, Fabíola Heck, e o secretário de Administração e Recursos Humanos, Marcus von Seehausen, além do diretor-presidente da Águas do Imperador, Márcio Salles, também acompanharam o teste.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também