Os 10 cuidados ao realizar compras on-line

Principais cuidados que o consumidor deve adotar ao realizar compras on-line para evitar aborrecimentos.

Por Philippe de Castro Lourenço (*)

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), desde o início da pandemia, no começo da segunda quinzena de março, mais de 125 mil lojas aderiram ao comércio eletrônico.

A média mensal antes da crise do coronavírus era de 10 mil lojas por mês.

O comércio eletrônico cresce no Brasil, mas ainda há uma boa parcela da população que evita compras on-line por medo da falta de segurança, e, para evitar fraudes ou erros, é decisivo ao consumidor buscar cuidados e precauções, como veremos a seguir nas 10 dicas apontadas.

1- Analisar se a loja on-line possui CNPJ;

2- Verificar se a empresa possuiu endereço fixo estabelecido;

3- Se o site on-line oferece ambiente seguro para a compra, isto é, se possui selos como “Internet Segura” e “Site Seguro”;

4- Evitar a realização de compras a partir de e-mails não solicitados, ou seja, através de (SPAM);

5- Se o portal oferece Chat on-line para esclarecimento de dúvidas e realização de reclamações;

6- Se o site contém fotografias detalhadas do produto em diversos ângulos, contendo suas medidas e dimensões;

7- Se o portal possuiu descrições detalhadas de todas as características do produto;

8- Observar se o portal contém espaço para que os clientes opinem sobre o produto;

9- Verificar se o portal oferta ao consumidor informações claras relativas a prazos de entrega, valor do frete a ser calculado e formas de pagamento.

10- Verificar se a empresa possui elevado número de reclamações junto a sites de reclamação;

Por fim, em caso de irregularidades, deve o consumidor realizar reclamações administrativas junto a empresa, caso o problema venha a persistir, pode o consumidor se socorrer do PROCON ou através do poder judiciário para solucionar a sua demanda.

O Código de Defesa do Consumidor, estabelece normas de proteção e defesa do consumidor, de ordem pública e interesse social.

* Philippe de Castro Lourenço é advogado especialista em direito processual civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também