Foto: Arquivo Pessoal

Mulher que foi escravizada por 38 anos recebe indenização de R$ 690 mil

O acordo na justiça havia saído em novembro de 2020, semanas após Madalena ser liberta da escravidão.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Madalena Gordiano, que foi escravizada durante 38 anos, teve sua indenização liberada no valor de R$690 mil reais. O acordo na justiça havia saído em novembro de 2020, semanas após Madalena ser libertada da escravidão.

Segundo o acordo judicial, Madalena recebeu um apartamento avaliado entre R$ 400 e R$ 600 mil, além de um carro no valor de R$ 70 mil. Apesar dos bens ganhos por Madalena não apagarem as quase 4 décadas em que ela foi escravizada, esse avanço judicial fará com que a mulher possa reconstruir sua vida após longos anos de sofrimento.

Madalena Gordiano tem 48 anos, e trabalhava na casa de seus patrões em um município do interior de Minas Gerais. Ela não tinha os direitos básicos dos trabalhadores como registro em carteira, descanso remunerado e salário mínimo. De acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT), Madalena trabalhava para a família desde os 8 anos de idade.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.