Foto: Ilustrativa

Mulher agredida durante sete anos consegue fugir e denunciar o marido

Em um dos episódios de violência, a vítima chegou a perder um bebê, grávida de 7 meses.

Policiais Civis da 105ª Delegacia de Polícia (Petrópolis), com o apoio de policiais militares, cumpriram, na manhã desta quarta-feira (23), mandado de prisão preventiva em face de um homem que agredia e ameaçava de morte a companheira há sete anos.

A vítima mantinha um relacionamento com o autor há 14 anos, mas nos últimos sete a relação tornou-se abusiva. A vítima vinha sendo agredida e ameaçada de morte constantemente.

De acordo com a polícia, em um dos episódios de violência, a vítima chegou a perder um bebê, grávida de 7 meses. Em outra oportunidade, o autor arremessou uma televisão em cima da mulher enquanto ela amamentava um dos filhos.

Em abril de 2019, após descobrir que havia sido traída, a vítima conseguiu convencer o autor de pôr fim ao relacionamento. Entretanto, no dia seguinte, enquanto se preparava para deixar a residência, a mulher foi novamente agredida com socos e pisadas na cabeça. Durante as agressões o acusado dizia que mulher “deveria pedir desculpas”, ameaçando-a de morte e a impedindo de deixar a residência.

Após conseguir fugir de casa, a vítima procurou ajuda e compareceu em sede policial para registrar a ocorrência.

Como o local da prisão não foi divulgado, o Giro Serra tentou contato com a Polícia Civil para confirmar a informação, mas até a publicação desta matéria não havia obtido retorno.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também