Morre Alfredo Bosi aos 84 anos, renomado crítico literário, vítima da Covid-19

Professor titular aposentado do curso de letras da USP, Bosi é o sétimo ocupante da Cadeira nº 12 da Academia Brasileira de Letras.

Alfredo Bosi, um dos maiores críticos literários do Brasil, morreu na manhã desta quarta-feira (7), em São Paulo, aos 84 anos, vítima da Covid-19.

Professor titular aposentado do curso de letras da USP, Bosi é o sétimo ocupante da Cadeira nº 12 da Academia Brasileira de Letras.

“A tanta dor, soma-se a morte do admirável acadêmico Alfredo Bosi. Sou tomado de profunda emoção. Nem encontro palavras. Escrevo com olhos marejados. Bosi: um homem de profunda erudição, humanista inconteste, um homem que estudou o Renascimento e que o representou”, disse o presidente da Associação Brasileira de Letras, Marco Lucchesi.

Bosi nasceu em São Paulo e foi casado com a psicóloga social, escritora e professora do Instituto de Psicologia da USP, Ecléa Bosi. Ele deixa dois filhos: Viviana Bosi, também professora da FFLCH-USP, e José Alfredo Bosi.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também