Moradores denunciam desrespeito e vandalismo na Praça Pasteur, no Castelânea

Jovens tem frequentado o local para beber, mas ao final das reuniões, abandonam o lixo que coloca em risco quem frequenta o local.

Uma moradora do Castelânea demonstrou indignação ao relatar sobre o desrespeito com o próximo diante das imagens de vandalismo e agressão ao meio ambiente na Praça Pasteur. De acordo com a mulher, jovens tem frequentado o local para beber, mas ao final das reuniões, abandonam o lixo que coloca em risco quem frequenta o local.

Esse descarte inadequado de garrafas e latas pode causar acidentes. Os problemas gerados pelo descarte inadequado de lixo são muitos e, geralmente, visíveis. Na maioria dos casos, além da poluição ambiental, há risco à saúde pública.

É uma vergonha alheia o que eu sinto por essas pessoas que não tem o mínimo de respeito com o meio ambiente e com o próximo. Qual será o futuro das próximas gerações? Se nós não cuidarmos do nosso planeta”, disse a moradora indignada com a situação que tem se repetido todo final de semana.

Infelizmente algumas pessoas não pensam no amanhã, só no presente. ‘Vamos aproveitar o hoje e o futuro a Deus pertence’. Nada disso! O futuro é de nossa responsabilidade”, enfatiza a moradora.

As fotos registradas pelo genro da moradora, mostram o estado em que ficou a praça na última sexta-feira (4). Os jovens têm se reunido na praça durante o dia e a noite.

Ninguém toma providências. A mãe dele [do genro] é idosa e gostava de sentar na praça mas infelizmente Agora não tem mais condições”, lamenta a moradora.

Em nota, a Prefeitura de Petrópolis esclarece que equipes tem trabalhado para coibir a realização de eventos em desacordo com o estabelecido pelos decretos municipais de enfrentamento ao coronavírus.

As equipes de Fiscalização de Posturas, do Procon e da Vigilância Sanitária atuam diariamente junto à Guarda Civil e à PM para coibir a realização de eventos em desacordo com o estabelecido pelos decretos municipais de enfrentamento ao coronavírus“, diz a Prefeitura.

São pelo menos 45 agentes de todos os órgãos de fiscalização, atuando inclusive aos finais de semana e feriados. Denúncias para a Fiscalização de Posturas podem ser encaminhadas para o telefone telefone 2246-9043 ou pelo Whatsapp (24) 9 9860-0845“, enfatiza o Município.

Ainda de acordo com a Prefeitura, a limpeza no local tem sido realizada com frequência e nesta terça-feira há uma programação para realização de mais uma ação da Comdep.

Sobre a limpeza, o local recebe frequentemente ações de varrição e higienização com caminhão-pipa, como foi programado nesta terça-feira (08/09) pela Comdep“, conclui a Prefeitura.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também