ITERJ prepara projeto para regularização fundiária de comunidades em Petrópolis e Teresópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O subsecretário de Estado de Cidades, Bernardo Rossi, se reuniu nesta terça-feira (16/03) com o deputado estadual, Max Lemos, e a presidente do Instituto de Terras e Cartografia, Landijara Duarte. O encontro foi para discutir o andamento de processos de regularização fundiária de interesse social para comunidades de Petrópolis e Teresópolis.

“O lema adotado por nosso governador Cláudio Castro é Sem Tempo a Perder, e o ITERJ está junto a este lema com trabalho, diálogo e simplicidade para entregar estes títulos o mais rápido possível”, explicou a presidente do ITERJ, Landijara Duarte.

A ação poderá beneficiar com títulos de propriedade famílias de 10 comunidades de Petrópolis (Madame Machado – 1º de Maio ou Vila Constância, Morro do Alemão, Vista Alegre, Vale do Carangola, António Soares Pinto, Morro da Glória, Meio da Serra, São Francisco, Sitio do Pica Pau e Bonfim) e famílias de três comunidades de Teresópolis (Vieira, Bonsucesso e Ermitage)

Para Bernardo, este planejamento em trabalho da Secretaria de Cidades com o ITERJ e o diálogo com a ALERJ irá acelerar os processos que já estão em andamento no órgão e beneficiar mais de 15 mil pessoas nas comunidades das duas cidades. “Sabemos que há famílias que moram há mais de 30 anos neste locais e o poder público tem a missão de fazer a dignidade para estas pessoas, reconhecendo suas moradias e entregando os títulos de posse”, reforçou.

Além dos títulos de propriedade, as ações realizadas pela Secretaria pode incluir e facilitar projetos de infraestrutura e urbanização para as comunidades.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.