Divulgação

Infração de uso de celular no trânsito diminui 36% em Petrópolis

Em Petrópolis, entre janeiro e maio deste ano, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) registrou 612 infrações desse tipo.

A tecnologia está cada vez mais presente na vida das pessoas. Entretanto, o uso de forma inadequada e em ocasiões impróprias pode ser fatal. Segundo a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o uso de celular ao volante é a terceira maior causa de acidentes de trânsito com morte no Brasil. Em Petrópolis, entre janeiro e maio deste ano, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) registrou 612 infrações desse tipo.

Mesmo que 36,6% menor o número de multas aplicadas, em comparação à quantidade de casos registrados no ano passado, quando foram totalizadas 966 infrações envolvendo celular e trânsito, o problema ainda é um dos grandes desafios para a conscientização dos condutores.

De acordo com o Detran, nos primeiros cinco meses deste ano foram emitidas em Petrópolis 415 multas sobre dirigir veículo segurando telefone celular, 99 infrações sobre dirigir veículo manuseando telefone celular e 98 aplicações sobre dirigir veículo utilizando-se de telefone celular.

“Infelizmente, a gente acaba conferindo uma mensagem no WhatsApp, olha um e-mail, abre alguma foto ou vídeo, verificamos o Facebook ou até mesmo atendemos uma ligação. Se torna um hábito, onde agimos até de forma inconsciente”, relatou um motorista, que preferiu não ter a identidade revelada.

Segundo estudos divulgados pelo Detran ao portal Olhar Digital, enviar uma mensagem de texto enquanto dirige, faz com que o motorista aumente em até 23 vezes a chance de causar ou se envolver em um acidente. Em chamadas de voz, a atenção e a capacidade de reflexo cai 37%.

“Ao verificar o celular, o condutor se distrai. E a distração se traduz em números assombrosos: três segundos de distração a 60 Km/h equivale a percorrer 50 metros em condição de cegueira”, disse Paulo Renato Jotz, diretor de Marketing da Creare Sistemas.

Durante todo o ano passado, em Petrópolis foram aplicadas 1.270 multas específicas ao uso de celular ao volante. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a prática é classificada como infração gravíssima. A multa é de R$ 293,47 e o condutor perde sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também