Incêndio em Araras já consumiu 10 hectares de vegetação em 24 horas

De acordo com informação oficial divulgada pelo 15º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), as chamas já consumiram um total de 10 hectares de área florestal, em um período de 24 horas.

O incêndio de grandes proporções que atinge uma área de vegetação em Araras, desde o início da manhã de ontem (27), já é considerado o maior registrado este ano em Petrópolis. De acordo com informação oficial divulgada pelo 15º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), as chamas já consumiram um total de 10 hectares de área florestal, em um período de 24 horas.

Segundo Gil Kempers, comandante do 15º GBM, o incêndio está sendo combatido por quatro frentes de trabalho. “Vamos seguir cumprindo todas as ações necessárias no combate ao incêndio e avaliar nas próximas horas o que é possível fazer para evitar a propagação do fogo e debelar as chamas”, disse.

As equipes do Corpo de Bombeiros trabalham incansavelmente no combate ao fogo, utilizando aeronave e dezenas de militares. A previsão é de que as chamas sejam controladas em, pelo menos, 72 horas.

As causas do incêndio

Após informações sobre incêndio em veículo, na madrugada de ontem, por volta das 3h30, as equipes do Corpo de Bombeiros foram à Estrada Almirante Paulo Meira, no Vale das Videiras, para tentar controlar as chamas. No local, o fogo rapidamente se espalhou e atingiu toda a área de vegetação.

Pela manhã, por volta das 8h, o dono do veículo, um Fiat Palio Weekend Adventure, compareceu à 106ª Delegacia de Polícia, em Itaipava, para registrar o roubo do veículo. Desconfiados da versão apresentada, imediatamente a polícia deu início a uma investigação.

Ao recolher depoimentos e imagens de monitoramento do local do fato e também de postos de combustível de vários municípios, os civis identificaram que, no dia anterior, o dono do veículo comprou um galão de gasolina, no município de Três Rios, que teria sido utilizado para atear fogo no veículo.

Segundo a Polícia Civil, não restando dúvidas sobre o crime, o homem foi preso em flagrante, visto que tinha como objetivo receber o prêmio do seguro do automóvel. O indiciado foi atuaudo por estelionato tentado e pelo delito de incêndio, previsto no Código Penal.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também