O governador Wilson Witzel e o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, darão coletiva nesta sexta-feira (13), às 17h, no Palácio Guanabara, para falar sobre as ações do Estado para controle do novo coronavírus. Um dos anúncios cogitados é a antecipação das férias escolares na rede pública e particular em todo o estado.

O assunto foi antecipado pelo governador, em uma live realizada na tarde desta sexta, pelas redes sociais. Assista à manifestação do governador esclarecendo as providências do Governo do Estado do RJ para desacelerar a transmissão do COVID-19 no RJ.

#GovRJ | Medidas contra o novo coronavírus

O governador Wilson Witzel assinou nesta sexta-feira (13/03) decreto que define medidas para o enfrentamento do novo coronavírus no RJ. Assista à manifestação do governador esclarecendo as providências do Governo do Estado do RJ para desacelerar a transmissão do COVID-19 no RJ.

Publicado por Governo do Estado do Rio de Janeiro em Sexta-feira, 13 de março de 2020

Ontem (12), a secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro (SEEDUC), já anunciava a reunião que definiria os protocolos em relação ao coronavirus.

Amanhã, será realizada uma reunião para definir os protocolos específicos em relação ao coronavírus que serão adotados nas unidades e a rotina de aulas nos colégios. Qualquer alteração das atividades da rede estadual será informada aos profissionais da Educação e divulgada nas redes sociais da Seeduc”, diz a publicação.

As medidas divulgadas, que serão oficializadas na coletiva de imprensa, incluem:

  • Redução de atendimento das repartições públicas para evitar aglomeração;
  • Criação do departamento de crise com funcionamento 24 horas;
  • Suspenção das aulas e antecipação das férias escolares nas escolas públicas e privadas;
  • Publicação de um Boletim Diário no site do Governo com informações como proceder para evitar a doença;
  • Qualquer servidor público, empregado público ou contratado que preste serviços ao Estado, que apresentar sintomas, passa a ser considerado caso suspeito e deve adotar protocolo de atendimento específico;
  • Suspensão de eventos que envolvam aglomeração de pessoas, tais como eventos esportivos, shows, feiras, eventos científicos, comícios ou passeatas, em local aberto ou fechados, mesmo que autorizados, serão suspensos por pelo menos 15 dias;
  • Proibição de atividades coletivas como cinema, teatro e afins, por pelo menos 15 dias;
  • Suspensão de visitação de unidades prisionais.

Estas e outras medidas devem ser divulgadas na coletiva realizada pelo governador Wilson Witzel.