Governo do Estado lança programa de crédito para artesãos fluminenses

Os artesãos que têm a Carteira Nacional poderão adquirir um crédito de R$ 300 a R$ 21 mil, com taxa de 0,25% ao mês.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Governo do Estado do Rio de Janeiro lançou, nesta terça-feira (26/01), um programa inédito de financiamento para artesãos fluminenses. O ArtCred RJ é uma parceria entre a Secretaria de Turismo e a Agência Estadual de Fomento (AgeRio). Os artesãos que têm a Carteira Nacional poderão adquirir um crédito de R$ 300 a R$ 21 mil, com taxa de 0,25% ao mês. O prazo é de 24 meses e a carência de 12 meses.

-Investir na produção artesanal por meio de microcrédito é contribuir para a retomada da economia durante a pandemia da Covid-19. Com o financiamento, o artesão pode profissionalizar ainda mais o seu trabalho. O crédito pode ser usado para aquisição de máquinas, equipamentos, reformas, reposição de estoque e capital de giro – explicou o governador em exercício, Cláudio Castro.

Para o secretário de Turismo, Gustavo Tutuca, o ArtCred RJ é uma oportunidade para os artesãos desenvolverem seus negócios, importante para o setor turístico.

-É impossível pensar em turismo sem pensar em artesanato. Com o microcrédito, os artesãos poderão aumentar a sua produção e renda, gerando também desenvolvimento local – afirmou Gustavo Tutuca.

Para o presidente da AgeRio, André Vila Verde, o microcrédito fortalece o artesanato no Rio de Janeiro.

-O Programa de Microcrédito da AgeRio tem as condições mais competitivas de todo o estado. Nosso objetivo é amparar a cadeia do artesanato por todo o Rio de Janeiro para, além de superar as dificuldades geradas em virtude da pandemia, fortalecer e dinamizar as economias locais, gerando emprego e renda para as famílias fluminenses – disse o presidente.

Requisitos para ter acesso ao crédito:

  • Os artesãos devem ter a Carteira Nacional de Artesão.
  • É necessário contar com o apoio de um avalista com renda comprovada e que, assim como o solicitante, tenha o nome sem restrições no SPC/Serasa.
  • É possível utilizar aval solidário por meio da reunião de um grupo de 3 a 10 artesãos, que podem ser clientes e avalistas entre si.

As solicitações de mircrocrédito devem ser feitas pelo link https://www.agerio.com.br/microcredito-artesaos/.

Programa de artesanato

Coordenado pela Secretaria de Turismo, o Programa Estadual de Artesanato reconhece a atividade como geradora de desenvolvimento regional e registro vivo da história local, e coloca em prática ações que visam o empreendedorismo. A iniciativa também identifica e mapeia a matéria-prima e técnica utilizadas pelos artesãos. Já são 16.403 profissionais cadastrados e inseridos no Programa do Artesanato Brasileiro, do governo federal.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.