Festival Nacional de Teatro de Rua abre programação nesta quinta-feira (25)

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Festival Nacional de Teatro de Rua do Ceará chega à sua 4ª edição e, por conta da situação sanitária que o país vive, toda a programação vai acontecer de forma remota. Entre os dias 25 e 27 de março, o público vai poder conferir no canal do YouTube do Grupo Garajal espetáculos, rodas de conversa e apresentações musicais. Este ano, o homenageado pelo evento é Mário Jorge Maninho (in memorian), fundador do Garajal e importante militante da cultura na cidade de Maracanaú. O Festival Nacional de Teatro de Rua do Ceará é apoiado pela Secretaria Estadual da Cultura, através do Fundo Estadual de Cultura, com recursos provenientes da Lei Federal nº 14.017 de 29 de junho de 2020.

Os grupos e coletivos participantes do Festival Nacional de Teatro de Rua do Ceará vão ter um momento de troca e conversa para debater os desafios da Arte de Rua em tempos de pandemia. Se o setor cultural tem amargado duras perdas e dificuldades diante da necessidade de interrupção da circulação de pessoas e da impossibilidade dos encontros, artistas que dependem diretamente da rua para trabalhar sentem o peso disso de uma forma ainda mais forte. Estão na programação a Cia Pão Doce, de Mossoró (RN), o Grupo Oficarte, de Russas (CE), o Grupo Pavilhão da Magnólia, a Cia Prisma de Artes e o Grupo Nois de Teatro, de Fortaleza (CE), o Coletivo Bota o Teu, o Coletivo Paralelo, o Payaço Abu, o Grupo Garajal, os Dezequilibradoz e o Sertão Rap, de Maracanaú (CE).

NOSSO APLAUSO DE PÉ, MANINHO

Mário Jorge Maninho (1966-2019), o homenageado desta edição do Festival, é uma referência na luta em defesa da cultura no Ceará. Ele fundou o Grupo Garajal, que realiza este evento e tem trajetória de relevância nacional, tendo circulado por 60 cidades brasileiras com sua montagem de “Romeu e Julieta” no Palco Giratório (SESC). Maninho também esteve entre os fundadores da Associação Teatral de Maracanaú (Tema), compôs a diretoria da Federação de Teatro Amador do Ceará (2005) e, entre muitas outras atividades, ministrou formações como cursos e oficinas, dirigiu e produziu espetáculos e realizou ações culturais pelo estado.

// PROGRAMAÇÃO

QUINTA-FEIRA (25)

18h – Roda Nacional
A Casatória C’a Defunta 
Cia Pão Doce (Mossoró/RN)

19h – Roda Poesia 
Sarau Bota o Teu
Coletivo Bota o Teu (Maracanaú/CE)

20h – Roda  Maracanaú 
Pedro, que horas são!?
Coletivo Paralelo (Maracanaú/CE)

21h – Roda Musical 
O Cheiro do Queijo
(Payaço Abu -Maracanaú/CE)

SEXTA-FEIRA (26)

16h – Roda de Debate 
Tema: “Desafios da Arte de Rua em Tempos de Pandemia
Mediação: Flávia Cavalcante (Com grupos e coletivos participantes da programação do festival)

Link estará disponível para público em geral na Bio do @grupogarajal

19h  – Roda Estadual 
As artimanhas de Simão ou O causo dos Dotes
Oficarte (Russas/CE) 

20h – Roda Hip-Hop
Sertão Rap (Maracanaú/CE)

21h – Roda Maracanaú 
Empoderamento Feminino
Desequilibradoz (Maracanaú/CE)

SÁBADO (27)

18h – Roda Estadual
Urubus
Pavilhão da Magnólia e Cia Prisma de Artes (Fortaleza/CE)

19h – Roda Estadual 
Despejadas
Nois de Teatro (Fortaleza/CE)

20h – Roda Nostalgia
Romeu e Julieta – O Encontro de Shakespeare e a Cultura Popular
Grupo Garajal (Maracanaú/CE)

21h – Roda de Samba
Homenagem a Mario Jorge Maninho
Adailson Oliveira (Maracanaú/CE)

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.