Foto: StudioBe

Cresce procura por construções sustentáveis e adaptadas para o home office em Petrópolis

Possibilidade do trabalho à distância que se intensificou consideravelmente com a pandemia fez com que as pessoas acelerassem o sonho de ter uma casa no campo com mais qualidade vida e trabalhando com o que já faziam antes.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Se há pouco mais de um ano era ainda difícil imaginar o tal do “novo normal”, agora já é possível entender as mudanças provocadas nos hábitos e comportamentos das pessoas provocadas pela pandemia do novo coronavírus. Uma delas que gerou uma transformação significativa no estilo de vida foi a consolidação do trabalho feito de casa, o home office.

Essa mudança, que precisou ocorrer do dia para a noite pela necessidade de manter o isolamento/distanciamento social, foi possível por conta do avanço da tecnologia que permite que colaboradores possam executar suas tarefas sem precisar sair de casa. Empresas de diversos segmentos e portes aderiram a essa modalidade de trabalho e hoje já é possível ver os resultados dessa transformação.

Natália Gross é engenheira civil da Aberdeen, construtora que atende um perfil de alto padrão em Petrópolis. Ela conta que entre 2020 e 2021 viu crescer significativamente a procura por construções sustentáveis e adaptadas para o home office.

“O que percebemos nesse período é que muitas pessoas que moram nos grandes centros aceleraram a decisão de ter uma casa de campo, morar no interior, porque viram a possibilidade de trabalhar mesmo estando longe fisicamente”, diz.

A principal mudança que a construtora Aberdeen percebeu com esses clientes que construíram ou estão construindo casas em Petrópolis foi justamente que eles procuram ter um ambiente de trabalho como os escritórios, proporcionando conforto.

“Antes nem todas as casas que fazíamos tinham escritório. Em contrapartida todos os orçamentos recentes de projetos que enviamos incluem esse espaço. Acho que foi uma mudança de mentalidade mesmo que a pandemia provocou com essa possibilidade de estar no campo, mas com estrutura para o trabalho”, contou Natália.

Outra preocupação que foge à questão estrutural das casas, mas que é fundamental para atender esse público que vem de outras cidades, é a conexão de internet de qualidade e alta velocidade. “Assim conseguem trabalhar de casa mais tranquilos”, disse a engenheira.

Mais criatividade

O charme e o clima bucólico de Petrópolis trazem também muita inspiração. Não à toa diversos artistas passaram um tempo na cidade nesse período de pandemia, como Lulu Santos e Gilberto Gil.

De acordo com Natália, os clientes da construtora relatam que a vista cercada por mata e montanhas estimulam a criatividade.

“Temos na cartela de clientes um produtor musical que montou um estúdio de música na casa que construiu em Petrópolis. Recentemente, ele me disse que tem até a pretensão de colocar mais aparelhos, de modo que consiga realizar mais produções aqui, e relatou essa questão da inspiração”, disse.

Mudança no estilo de vida e sustentabilidade

O público que tem construído casa em Petrópolis também busca mudança no estilo de vida em diversos aspectos.

Além da casa no campo querem passar a ter outros hábitos como cultivar horta com alimentos que vão consumir e estar cada vez mais em contato com a natureza, tendo também uma rotina mais saudável.

Eles demonstram ainda grande preocupação com o meio ambiente que também é um dos focos da construtora Aberdeen. O uso de energia solar, por exemplo, é sempre um dos primeiros pedidos feitos à empresa, segundo Natália.

“São pessoas que prezam muito pela saúde e isso engloba alguns fatores: segurança, tranquilidade, contato com a natureza e boa alimentação. Além disso, é um público que percebeu que pode adotar essa vida mais tranquila e saudável mesmo trabalhando com o que já faziam antes”, conclui a engenheira.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.