© Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Bandidos pedem para vítima fazer Pix de mais de R$ 1.000 para ficar livre de sequestro no Rio

A vítima, com uma arma apontada para sua cabeça, dirigiu por 10 minutos e por ordem dos sequestradores, transferiu o valor de R$ 1.200 via Pix para os bandidos.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Na terça-feira (13) da última semana, um arquiteto foi realizar um orçamento de uma obra para uma casa localizada na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Após chegar no local, dois homens lhe abordaram e o obrigaram a retornar para dentro de seu veículo. A vítima, com uma arma apontada para sua cabeça, dirigiu por 10 minutos e por ordem dos sequestradores, transferiu o valor de R$ 1.200 via Pix para os bandidos.

Em seu depoimento prestado na 37ª Delegacia de Polícia, na Ilha do Governador, o arquiteto ainda relatou que os homens tentaram fazer um empréstimo pelo aplicativo de seu banco, porém não obtiveram sucesso. Com isso, ordenaram que a vítima realizasse uma transferência através de Pix de todo o dinheiro que havia em sua conta corrente. O rapaz ainda foi forçado pelos criminosos a ligar para seus pais, para que ambos também fizessem uma transferência, porém, ambos não tinham dinheiro disponível em suas contas.

Também na Ilha do Governador, uma mulher foi forçada por marginais a pedir para que seu marido realizasse uma transferência no valor de R$ 2.500 via Pix. Neste caso não há informações sobre a prisão ou não dos que praticaram o crime.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.