Audiência Pública vai discutir condições de ensino remoto para alunos da rede pública e convocação de processo seletivo

Marcada para a próxima segunda-feira, dia 1º, às 19h na Câmara Municipal, a audiência pretende que o governo municipal esclareça e solucione os problemas existentes na plataforma.

A volta às aulas no município trouxe também antigos problemas na plataforma utilizada para o ensino remoto. As recorrentes reclamações de pais e servidores motivaram a convocação de uma audiência pública sobre o tema. O encontro foi chamado pelo vereador Yuri Moura, na condição de presidente da Comissão de Educação, Assistência Social e Direitos Humanos.

Marcada para a próxima segunda-feira, dia 1º, às 19h na Câmara Municipal, a audiência pretende que o governo municipal esclareça e solucione os problemas existentes na plataforma. Além disso, vai debater a convocação do processo seletivo da Educação. A indefinição na convocação dos aprovados no último processo seletivo, principalmente dos profissionais antes contratados por RPA, e as denúncias de que as grades do ensino remoto estariam incompletas, motivaram a inclusão do tema.

“Apesar das constantes reuniões, requerimentos de informação e propostas que fizemos, são várias as reclamações e dúvidas de mães, pais e servidoras. Resolvemos abrir um canal para relatos e sugestões sobre os problemas que enfrentamos na Educação e, especificamente sobre a questão da plataforma, vamos realizar esta audiência pública.”, disse Yuri.

A audiência pública será transmitida pela TV Câmara e redes sociais da Casa. Será permitida a participação presencial, mas de forma limitada e seguindo os protocolos de prevenção da Covid-19.

Fonte: Ascom

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também